Papa Francisco apoia a Bento XVI

Papa Francisco apoia a Bento XVI

Francisco Vêneto – Fonte: Aleteia Português

Secretário do Papa Emérito confirma: “Uma bela carta do Papa Francisco chegou a Bento XVI. Mais uma vez ele expressou a sua plena confiança, o seu total apoio e também as suas orações”

OPapa Francisco enviou uma mensagem de apoio a Bento XVI neste momento em que o Papa Emérito é alvo de acusações tergiversadas de omissão e conivência com alguns dos crimes de abusos sexuais perpetrados por clérigos na arquidiocese alemã de Munique e Freising entre 1945 e 2019. O Papa Emérito foi arcebispo da região entre 1977 e 1982 e, segundo um relatório dos investigadores, teria nomeado um padre pedófilo para um cargo pastoral na arquidiocese. A acusação já foi desmentida, mas setores da mídia críticos a Bento XVI continuam divulgando a narrativa de que ele teria sido conivente.

Saiba mais notícias da Igreja no seguinte artigo:

As informações sobre a mensagem enviada por Francisco em apoio a Bento XVI foram dadas pelo arcebispo dom Georg Gänswein, secretário pessoal do Papa Emérito, em entrevista ao telejornal Tg1, da Rai. Gänswein descreveu:

“Uma bela carta do Papa Francisco chegou a Bento XVI. Uma carta na qual ele fala como pastor, fala como irmão e também fala como pessoa que mais uma vez expressou a sua plena confiança, o seu total apoio e também as suas orações”.

Durante a entrevista, o secretário também respondeu às críticas contra a carta na qual o Papa Bento esclarece os questionamentos levantados pelo relatório alemão. Em sua carta aberta, Bento XVI afirma que viu nos olhos das vítimas dos abusos sexuais as consequências de uma “grandíssima culpa”. Dom Gänswein comentou:

“Quem lê a carta com sinceridade, do jeito que ela foi escrita, não pode compartilhar essas críticas ou acusações. Ele pede perdão a todas as vítimas de abuso”.

O secretário do Papa Emérito recordou ainda:

“Na Via Crucis de 2005, o Papa João Paulo II pediu a Ratzinger que escrevesse as meditações, a famosa estação onde ele fala da sujeira dentro da Igreja (…) Há documentos e há evidências de que o cardeal Ratzinger, Papa Bento XVI, fez muito nesta área delicada para realizar uma limpeza interna de maneira adequada”.

Deixe uma resposta