BISPOS DESEJAM AUMENTAR DIOCESES NO NORTE 2

BISPOS DESEJAM AUMENTAR DIOCESES NO NORTE 2

Fonte : CNBB

BISPOS DO REGIONAL NORTE 2 PARTICIPAM DE REUNIÃO RESERVADA PARA DEFINIR O PLANEJAMENTO PASTORAL.

A CNBB Regional Norte 2 realizou a primeira Reservada do ano. Durante três dias, os 15 bispos discutiram a atuação nos municípios do Pará e Amapá. Ao final, definiram os planos para 2022, entre eles, o de reforçar o trabalho missionário na Prelazia do Alto Xingu, criar novas dioceses e diretrizes para o trabalho das pastorais.

A reunião foi realizada nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro de 2022, na sede da Regional, em Belém. No dia 2, tiveram um momento de partilha com os bispos do Regional Norte 3, através de transmissão virtual. A programação teve momentos de oração, reflexão, partilha das experiências e discussão de assuntos administrativos, pastorais e de projetos futuros.

Saiba mais notícias da Igreja do Brasil no seguinte artigo:

Segundo o Secretário Regional  do Norte 2, Dom Antônio Assis, uma das definições da reunião foi a elaboração de uma cartilha com as diretrizes e orientações sobre o trabalho nas pastorais, os perfis dos assessores e as atribuições de cada um. O objetivo é ajudar na execução e acompanhamento das ações.

“É importantíssimo porque não temos esse instrumento ainda e, assim, as diretrizes vão dar mais consistência no processo de escolha, acompanhamento e ações concretas. Definindo as atribuições, fica mais fácil da execução ser acompanhada e orientada”, avalia.

Dom Antônio revelou que os bispos também se comprometeram a se empenhar para que leigos, diáconos e sacerdotes de suas dioceses se disponham a fazer parte do projeto Missão nas Fronteiras, iniciado ano passado na Prelazia do Alto Xingu, em Tucumã (PA). “O projeto está continuando, mas ainda é insuficiente porque tem somente duas leigas e uma religiosa. Precisamos potencializar essa presença missionária lá nessa nova prelazia”, diz.

Juventude – Pela primeira vez, a prelazia de Tucumã, receberá, no período de 15 a 25 de julho a Missão Jovem promovida pela Comissão Episcopal da Juventude. Jovens líderes de todo o Brasil passarão uma semana no município visitando comunidades, famílias e paróquias dos centros urbanos e áreas rurais.

A expectativa é que essa ação mobilize a juventude e gere impacto positivo para aumentar a presença dos jovens na Igreja católica. Dom Antônio observa que a região do Alto Xingu tem uma presença neopentecostal muito forte e isso exige um trabalho maior para ampliar a presença das pastorais.

Ele acredita que o estímulo à participação da juventude é um dos caminhos. “Nós devemos recuperar essa presença católica nos diversos municípios. Se conseguirmos evangelizar os jovens, teremos futuras famílias católicas amanhã”, diz.

Para Dom Antônio, essa é uma questão crucial. “Se não dermos atenção às crianças, adolescentes e jovens de hoje, através da catequese, da pastoral juvenil, significa que amanhã perdermos completamente porque teremos novas famílias que não serão católicas. É preciso apostar na juventude para que a Igreja possa continuar a sua missão”, enfatizou.

Sínodo – Os bispos partilharam as atividades desenvolvidas nas dioceses para a vivência da sinodalidade.  Belém e Abaetetuba estão preparando o próprio Sínodo e todas as dioceses prepararam relatórios para mandar para Roma e para a Assembleia Eclesial Latino-Americana.

Expansão – Os bispos também discutiram sobre propostas para a criação de novas dioceses e sobre a visita Ad Limina que acontecerá em junho deste ano, quando uma comitiva visitará o Papa Francisco, em Roma (Itália).

Deixe uma resposta